Greve dos caminhoneiros encarece cesta básica em 4,5%

A maior variação foi do grupo de alimentos que subiu 5,17%, seguida pelo de limpeza, com 0,54%, e higiene pessoal, com 0,73% de acréscimo no preço

por Nataly Simões qua, 13/06/2018 - 15:00

Em São Paulo, o preço da cesta básica aumentou 4,50% em maio, período em que o abastecimento foi prejudicado pela greve dos caminhoneiros que durou dez dias, segundo indica a Pesquisa do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), divulgada hoje (13).

O levantamento, realizado em parceria com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), apontou que o preço médio da cesta básica passou de R$ 652,85 em abril para R$ 682,25 em maio. A maior variação desde janeiro de 2016.

Dos 39 produtos pesquisados, o preço de 27 aumentou e o de 12 diminuiu. A maior oscilação foi do grupo de alimentos que subiu 5,17%, seguida pelo de limpeza, com 0,54% e higiene pessoal, com 0,73% de acréscimo.

A variação anual de todos os grupos é de 4,71%. A batata e a cebola com 144,74% e 31,50% de aumento, respectivamente. As maiores quedas foram do quilo de alho, com -4,74% e do café, com -3,17%.

COMENTÁRIOS dos leitores