Michelle surpreende no Grammy com mensagem feminista

'A música nos mostra que tudo isso importa - cada história de cada voz, cada nota de cada música', disse a ex-primeira-dama

seg, 11/02/2019 - 07:11
Robyn BECK                         (E-D) Foto mostra Lady Gaga, Jada Pinkett Smith, Alicia Keys, Michelle Obama e Jennifer Lopez, na premiação do Grammy, em Los Angeles, em 10 de fevereiro de 2019 Robyn BECK

Michelle Obama fez uma aparição surpresa no palco do Grammy no domingo (10) para passar uma mensagem sobre música e empoderamento feminino, ao lado de superestrelas como Lady Gaga, Jennifer Lopez, a anfitriã Alicia Keys e a atriz Jada Pinkett-Smith.

"A música nos mostra que tudo isso importa - cada história de cada voz, cada nota de cada música", disse a ex-primeira-dama. "Não é isso, senhoras?", disse, em meio a um forte aplauso.

A Recording Academy, por trás da cerimônia de premiação, enfrentou uma enxurrada de críticas por não abraçar a diversidade, depois de quase deixar as mulheres de fora das indicações no ano passado.

Este ano, cinco dos oito indicados a álbum do ano eram mulheres: Cardi B, Brandi Carlile, Janelle Monae, H.E.R. e Kacey Musgraves, vencedora do prêmio.

No início da mensagem, Lady Gaga declarou: "Eles me disseram que eu era estranha... E a música me disse para não ouvi-los".

Lopez - que além de cantar também atua - indicou que a música "fez com que eu me movesse do meu espaço para grandes palcos e para telas ainda maiores".

Pinkett-Smith acrescentou: "Toda voz que ouvimos merece ser honrada e respeitada".

E Michelle cotinuou: "Quer gostemos de country, rap ou rock, a música nos ajuda dividirmos nossa dignidade e tristeza, nossas esperanças e alegrias. Nos permite ouvir uns aos outros, convidar uns aos outros".

"Muito obrigada, senhoras, pela sua luz, sua mensagem de amor, sua irmandade", disse Alicia Keys, a primeira mulher a comandar o evento em 14 anos.

COMENTÁRIOS dos leitores