Eduardo Cavalcanti

Eduardo Cavalcanti

Cinematec

Perfil: Professor, Jornalista e Cineasta.

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

A incrível família Pera

Eduardo Cavalcantiter, 10/07/2018 - 12:08
Divulgação Divulgação Divulgação

Se você não entendeu o título, provavelmente tem algum lapso de memória ou é tão jovem que não chegou a assistir, ao menos uma vez, o "incrível" filme "Os Incríveis" (The Incredibles, 2004), que marcou uma geração, ou melhor, várias gerações. 

Mas, superado o título e já deixando claro a paixão deste jornalista pelo filme, a família do senhor incrível, que vive sob a identidade secreta de Beto (Roberto) Pera [na versão brasileira], começa esta aventura em "Os Incríveis 2" exatamente no momento em que o primeiro filme terminou, 14 anos atrás. Esta continuidade temporal traz uma continuidade narrativa que agregou muito ao filme e o deixou tão bom (ou até melhor) que o original. 

E esse ponto, da qualidade, sempre foi o argumento do diretor e roteirista Brad Bird para não ter feito o filme antes. Ele sempre disse que só faria uma continuação se esta fosse realmente "incrível". E, na minha opinião, ela realmente é. 

A história, que ao mesmo tempo agrada crianças e adultos, mostra os desafios dos heróis, ainda vivendo na clandestinidade e se dividindo entre as obrigações de "salvar o mundo" e de cuidar da família. O foco é na Mulher Elástica, que precisa deixar o cuidado dos filhos para "trabalhar fora" e enfrentar supervilões enquanto tenta reestabelecer o papel dos heróis na sociedade.

E o filme é realmente fantástico no que se propõe. Tem uma linguagem leve e intrigante, um visual "nostáugico" e ao mesmo tempo moderno e elegante, e vem cheio de referências que provocam deleite para quem assistiu o primeiro filme [algumas centenas de vezes, inclusive] sem complicar a interpretação de quem nunca fora apresentado aos personagens, se é que existe alguém assim no mundo moderno. 

Os desafios do Senhor Incrível como "dono de casa", as constantes "inconstâncias" dos poderes do Zezé e as brilhantes interações com o Gelado e a impagável "Edna Moldes" são apenas alguns dos pontos positivos secundários do filme. 

A esta altura, acredito que quase todo mundo já viu o filme, afinal, além de liderar as bilheterias brasileiras dos últimos finas de semana, o filme já é o oitavo maior faturamento do ano nos cinemas brasileiros, mas para quem ainda não viu ou para quem quer continuar no clima enquanto volta pro cinema ou aguarda o lançamento no circuito de home video, vale conferir o trailer novamente. 


Mamma Mia 2: Cher canta Fernando em novo vídeo

Eduardo Cavalcantiqui, 28/06/2018 - 15:17
Divulgação Divulgação

Para entrar no clima do novo Mamma Mia!, que chega aos cinemas em dois de agosto, a Universal divulgou hoje um vídeo especial focado na participação da cantora Cher, que interpreta a mãe da personagem Donna (Meryl Streep). 

No vídeo, podemos ver um trecho da interpretação de "Fernando", um dos singles mais famosos do ABBA, que Cher faz ao lado de Andy Garcia. Também vemos novas imagens da produção e depoimentos do elenco e de Bjorn Ulvaeus e Benny Andersson, mebros do grupo Sueco, que aprovaram a escolha de ter Cher no filme“De repente, temos Cher e ABBA juntos. É muito empolgante”, diz Andersson.  

Além de "Fernando", outras canções que não estiveram no filme de 2008 devem aparecer em Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo, como deve serr o caso de Waterloo e When I Kissed the Teacher. 

No elenco, além de Cher e Andy Garcia, há o retorno de Meryl Streep, Amanda Seyfried, Lily James, Pierce Brosnan, Colin Firth, Stellan Skarsgård, Julie Walters, Dominic Cooper, Christine Baranski, entre outros. 

E para entrar no clima, confira a versão legendada do vídeo.


Em meio a polêmica com fãs, Mamma Mia 2 ganha trailer final

Eduardo Cavalcantiqua, 09/05/2018 - 14:30
Divulgação Para entrar no clima do musical, que chega aos cinemas no dia 19 de julho, confiram o trailer final Divulgação

A Universal Pictures divulgou o trailer final de Mamma Mia! Lá vamos nós de novo, continuação do musical de sucesso lançado em 2008, que faturou mais de 600 milhões de dólares.

A polêmica, ao menos com os fãs do primeiro filme, é a provável morte da personagem principal, Donna (interpretada por Meryl Streep). Pelos últimos trailers, é provável que a história comece já com a personagem morta, mas isso, ao menos por enquanto é só especulação. Certeza mesmo é que o filme conta a história de como Donna (jovem, interpretada por Lily James, de "Cinderela") conheceu os três amores de sua vida e também mostra, no tempo presente, sua filha Sophie (Amanda Seyfried) vivenciando as emoções da primeira gravidez, ao lado de seus três pais e de muitos amigos.

Além de praticamente todo o excelente elenco do filme original e da trilha contagiante do ABBA, esta continuação conta com o reforço de Cher, que ganha destaque neste trailer final, e Andy Garcia, entre outros.

Para entrar no clima do musical, que chega aos cinemas no dia 19 de julho, confiram o trailer final e não esqueçam de deixar seu comentário

 

LeiaJá Também
Após 35 anos, ABBA se reúne para gravar novas músicas
Sequência de 'Os Incríveis' tem novo trailer divulgado


Mamma Mia! 2 ganha novo trailer e levanta polêmica entre os fãs

Eduardo Cavalcantiqui, 25/01/2018 - 10:54

O musical Mamma Mia!, que fez sucesso nos cinemas em 2018, teve sua continuação anunciada com um primeiro Trailer no final do ano passado, o que agitou bastante os fãs. Hoje a Universal liberou o segundo trailer que mostra mais alguns detalhes da trama e levanta uma polêmica sobre a possível morte da personagem Donna, interpretada brilhantemente pela atriz Meryl Streep.  

A história gira em torno do passado de Donna, que viveu muitas aventuras ao lado de suas amigas Tanya e Rosie, fez sucesso com o grupo "Donna & The Dinamo" e se envolveu com três homens em um curto espaço de tempo, e um deles se tornou o pai de Sophie. E o filme, que estreia dez anos após o original, mostra também a volta de Sophie à ilha onde se passou o primeiro filme e as suas descobertas, pelo que dá a entender no trailer, após a morte de Donna (Meryl Streep), quando ela "assume" o papel exercido por sua mãe.  

Além dos nomes do elenco original, como Colin Firth, Amanda Seyfried, Pierce Brosnan, Stellan Skarsgard, Julie Walters, Dominic Cooper e Christine Baranski, novos membros se juntam a equipe, como Andy Garcia, Lily James (que fará a jovem Donna) e Cher, que além de atuar estará cantando as músicas do ABBA. A direção é  Ol Parker, que está em seu terceiro longa como diretor .

E para entrar no clima do filme que chega aos cinemas de todo o mundo em 20 de julho, confira o novo trailer e deixe as suas impressões nos comentários:


Extraordinário

Eduardo Cavalcantidom, 03/12/2017 - 02:24
Divulgação Julia Roberts e Jacob Tremblay em cena de Extraordinário, lançamento da Paris Filmes que chega aos cinemas em sete de dezembro. Divulgação

Sou daqueles que acredita que vários fatores definem a qualidade de um filme e que grande parte deles não está no filme em si, mas nas pessoas que os assistem e no como elas os assistem. Fui ao cinema com minha filha adolescente, que chorou horrores ao ler o livre e que estava ansiosa e com altíssima expectativa para ver o filme. Ela o adorou e eu, talvez um pouco sob influência de suas lágrimas, também adorei. 

Mas o filme é realmente extraordinário e conta a história de Auggie Pullman (Jacob Tremblay), um garoto que nasceu com uma deformação no rosto e que depois de 27 cirurgias plásticas chega, aos dez anos, ao seu primeiro dia de aula em escola regular. Se começar em uma escola nova nesta idade já é complicado normalmente, imagine para uma criança como ele e que nunca frequentou qualquer escola, sempre estudando em casa com sua dedicada mãe. 

ExtraordinárioO filme fala sobre os desafios dessa fase, fala sobre bullying, sobre família, amizade e principalmente sobre superação. É baseado no livro de mesmo nome, de autoria de R. J. Palacio, Best-seller que conquistou uma legião de fãs em todo o mundo, inclusive na minha casa. 

Confesso que não li o livro antes de entrar na sala de cinema, mas fiquei com vontade. Como em toda adaptação de obras literárias, ajustes são feitos para permitir que a trama se desenrole dentro do tempo de um longa metragem. Muita coisa é cortada, mas muita coisa também foi inserida, e tudo se encaixou com muita precisão.  

O elenco também é extraordinário. Além do brilhante Jacob Tremblay no papel principal, Julia Roberts, Owen Wilson, Izabela Vidovic e Noah Jupe lideram um time estelar, que conta com a participação da brasileira Sonia Braga. 

São muitos personagens ricos e com histórias que dariam vários filmes. Mas Stephen Chbosky roteirizou e dirigiu um só, que reuniu o melhor da obra de Palacio e ainda acrescentou elementos narrativos bem hollywoodianos (ou melhor, bem Nova-Iorquinos). E para entrar no clima do filme que chega ao circuito comercial brasileiro no próximo dia sete, pela Paris Filmes, confira o trailer. Só lembrem de levar um lencinho ao cinema pois  definitivamente a minha filha não foi a única a chorar na sessão. Se emocionar, inclusive, foi a regra. 

E você, já leu o livro? Já viu o filme? Deixe seu comentário! 


Lino, uma animação brasileira cheia de referências

Eduardo Cavalcantisab, 02/09/2017 - 16:21

Lino (Selton Melo) é o que poderíamos chamar de Azarado. Não daqueles que teve apenas um momento difícil... É daqueles realmente azarado, do tipo que dificilmente seria um herói em desenho animado. Mas é justamente Lino que nos conduz nesta divertida e inteligente animação brasileira, que está repleta de referências a outras animações, como Monstros S.A. e Madagascar, e até mesmo a blockbusters, como Harry Potter. 

O filme é repleto de grandes momentos, com tiradas muito boas e um humor não apelativo que agrada adultos e crianças. A história mostra as aventuras de Lino, um animador de festas infantis, que está cansado da sua vida azarada e busca mudanças. Ele enfrenta grandes e inesperados desafios na jornada, como se ver transformado em um híbrido de Gato e Ser Humano, o que só aumenta as confusões da sua vida.

Ele não é o único personagem marcante do filme, que também conta com um ótimo trabalho de dublagem. Seus companheiros de aventura são o Mago Don Leon (Luiz Carlos de Moraes) e uma pequena criança que entra de forma inesperada em sua vida (bem ao estilo de Boo no primeiro Monstros S.A.). E vale destacar a participação da Janine (Dira Paes), uma policial séria e comprometida, e a dupla Osmar (Lupa Mabuze) e Mellos (Leo Rabelo), dois policiais pra lá de cômica, que passam praticamente todo o filme atrás dos protagonistas. 

A diversidade é um ponto forte do trabalho, que marca um novo momento na animação brasileira. É verdade que alguns personagens se perdem um pouco, mas no geral é uma história bem amarrada e que foge dos clichês mais básicos das animações. O dilema, inclusive, é muito mais "moderno", pois envolve o lado profissional e financeiro do protagonista. 

A direção é de Rafael Ribas, que dirigiu também a animação O Grilo Feliz. A distribuição é da Fox Filmes e a estreia nos cinemas acontece no feriado de sete de setembro.

Para entrar no clima, confira o trailer oficial da animação Lino - Uma animação de Sete Vidas.    


A Bela Hermione e a Fera

Eduardo Cavalcanti sab, 18/03/2017 - 10:08
Divulgação Releitura do Clássico animado da Disney traz Emma Watson e Dan Stevens nos papéis principais Divulgação

Antes de qualquer coisa, o título não é uma crítica e sim uma homenagem. Eu sei que pode parecer aquele papo de “atriz de personagem só”, mas este não é o caso. Emma Watson está muito bem em seu primeiro trabalho para a Disney e conseguiu deixar a Hermione Granger de lado e convencer no papel.

O candelabro/mordomo Lumière e seu par românticoEsta releitura do clássico animado de 1991 é um musical encantador, com bela fotografia (sem trocadilhos) e com atuações magníficas, como a da própria Emma, do Ewan McGregor (Moulin Rouge, Star Wars, entre outros) na pele (e cera) de Lumière, Ian McKellen (O Senhor dos Anéis e X-men ) na pele de Horloge (Cogsworth, em inglês, personagem o qual ele quase dublou na animação original, mas acabou desistindo do papel) e de Josh Gad (Jobs, Frozen), fazendo um LeFou vivo e participativo que acrescentou momentos cômicos ao filme.

Também vale destacar os figurinos, como o tradicional vestido amarelo da primeira dança com a Fera, e as interpretações musicais, incluindo as novas músicas e a versão mais madura da música de Gaston.

A história é a mesma do filme original e se passa na França, curiosamente a terra natal de Emma. É importante destacar, porém, que a Bela e Fera (2017) não é mais um filme tão infantil. Ele recebeu classificação de dez anos e traz cenas mais fortes que o original e polêmicas como um personagem gay, o que gerou protestos e até ameaça de recusa de cinemas americanos e russos em exibir o filme.

Mas, no fim, o filme garante boa diversão e merece ser visto tanto pelos fãs do clássico quanto por quem nunca viu a animação original (existe alguém assim!?).

Para entrar no clima, confira o trailer e deixe seus comentários.


Animais Fantásticos e onde habitam ganha trailer final

Eduardo Cavalcanti qui, 29/09/2016 - 09:07
Divulgação Animais Fantásticos e Onde Habitam Divulgação

Para os fãs de Harry Potter e do universo bruxo criado por J.K. Rowling, ainda empolgados com o lançamento da peça de teatro A Criança Amaldiçoada (e também o livro-roteiro, um sucesso de vendas em todo o mundo) chega, em novembro, um novo filme repleto de magia e aventura: Animais Fantásticos e Onde Habitam (Fantastic Beasts and where to find them, 2016). 

E para criar ainda mais expectativa, a Warner divugou o novo [e aparentemente último] trailer legendado. Nele vemos novas criaturas mágicas e mais detalhes da história, que conta as aventuras do bruxo magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) que viaja a Nova Yorque em uma de suas viagens para encontrar e documentar criaturas Mágicas.  Na história original de Harry Potter, Newt foi o autor do livro didático utilizado em Hogwarts e que dá nome ao filme. 

Animais Fantásticos e onde habitam marca a estreia de J.K. Rowling como roteirista e tem direção de David Yates (que já dirigiu as últimas aventuras cinematográficas de Harry Potter). No elenco, além de Eddie Redmayne, estão nomes como  Katherine Waterston, Alison Sudol, Dan Fogler e Tony Award.  O longa é produzido por David Heyman, que foi produtor dos oito filmes da franquia “Harry Potter”, J.K. Rowling, Steve Kloves, e Lionel Wigram.

Confira abaixo o trailer legendado. O lançamento de Animais Fantásticos e Onde Habitam no Brasil, pela Warner, está previsto para 17 de novembro com cópias em 3D e IMAX.


Star Trek: Sem Fronteiras ganha novo trailer

Eduardo Cavalcantiter, 24/05/2016 - 10:59
Divulgação Divulgação

Uma nova aventura a bordo da nave estelar USS Enterprise se aproxima das salas de cinema e a Paramount divulgou o segundo trailer do filme, que chega as telonas brasileiras em primeiro de setembro.

Ainda sem sinopse oficial divulgada, o filme promete muita ação e emoção com a tripulação enfrentando uma nova raça alienígena numa guerra interalática. Ao menos é isso que podemos deduzir do novo trailer, que traz os atores Chris Pine, Zachary Quinto, Zoe Saldana, Karl Urban, John Cho, Anton Yelchin e Simon Pegg novamente nos papeis de Kirk, Spock, Uhura, McCoy, Sulu, Chekov e Scotty. 

A direção ficou por conta de Justin Lee, que assumiu a franquia depois que J. J. Abrams pulou para a "concorrência" e dirigiu o episódio VII de Star Wars. Apesar disso, Abrams continua assinando a produção do filme e da franquia. 

Confira a versão legandada do segundo trailer de Star Trek: Sem Fronteiras: 


Harrison Ford volta para mais um Indiana Jones

Eduardo Cavalcanti ter, 15/03/2016 - 15:29

Depois do estrondoso sucesso ao reviver Han Solo, em Star Wars - O despertar da Força, Harisson Ford voltará a um de seus mais emblemáticos personagens em 2019. Conforme anunciou a pouco a Disney, o quinto filme do arqueólogo Indiana Jones deve chegar aos cinemas em 19 de julho de 2019. 

O filme ainda não tem nome oficial, nem previsão para o início das filmagens, mas já confirma a retomada da parceria com Steven Spielberg, que volta na direção, e com o casal Kathleen Kennedy e Frank Marshall, que voltam na produção. 

Vale lembrar que Indiana Jones é uma das franquias mais famosas, e lucrativas, do cinema e é mais um produto com as mãos de George Lucas (assim como Star Wars). O primeiro filme, Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida, foi lançado em 1981 e desde então a franquia já arrecadou quase 2 bilhões de dólares só em bilheteria.  

No anúncio, o presidente dos estúdios Disney, Alan Horn, afirmou que "Indiana Jones é um dos grandes heróis da história do cinema e mal podemos esperar para o ter de volta às telas em 2019”. Confesso que, como fã da franquia, também mal consigo esperar e já estou curioso para ver as primeiras imagens da produção que devem ser divulgadas logo que as filmagens sejam iniciadas. 

Páginas