Eduardo Cavalcanti

Eduardo Cavalcanti

Cinematec

Perfil: Professor, Jornalista e Cineasta.

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Extraordinário

Eduardo Cavalcantidom, 03/12/2017 - 02:24
Divulgação Julia Roberts e Jacob Tremblay em cena de Extraordinário, lançamento da Paris Filmes que chega aos cinemas em sete de dezembro. Divulgação

Sou daqueles que acredita que vários fatores definem a qualidade de um filme e que grande parte deles não está no filme em si, mas nas pessoas que os assistem e no como elas os assistem. Fui ao cinema com minha filha adolescente, que chorou horrores ao ler o livre e que estava ansiosa e com altíssima expectativa para ver o filme. Ela o adorou e eu, talvez um pouco sob influência de suas lágrimas, também adorei. 

Mas o filme é realmente extraordinário e conta a história de Auggie Pullman (Jacob Tremblay), um garoto que nasceu com uma deformação no rosto e que depois de 27 cirurgias plásticas chega, aos dez anos, ao seu primeiro dia de aula em escola regular. Se começar em uma escola nova nesta idade já é complicado normalmente, imagine para uma criança como ele e que nunca frequentou qualquer escola, sempre estudando em casa com sua dedicada mãe. 

ExtraordinárioO filme fala sobre os desafios dessa fase, fala sobre bullying, sobre família, amizade e principalmente sobre superação. É baseado no livro de mesmo nome, de autoria de R. J. Palacio, Best-seller que conquistou uma legião de fãs em todo o mundo, inclusive na minha casa. 

Confesso que não li o livro antes de entrar na sala de cinema, mas fiquei com vontade. Como em toda adaptação de obras literárias, ajustes são feitos para permitir que a trama se desenrole dentro do tempo de um longa metragem. Muita coisa é cortada, mas muita coisa também foi inserida, e tudo se encaixou com muita precisão.  

O elenco também é extraordinário. Além do brilhante Jacob Tremblay no papel principal, Julia Roberts, Owen Wilson, Izabela Vidovic e Noah Jupe lideram um time estelar, que conta com a participação da brasileira Sonia Braga. 

São muitos personagens ricos e com histórias que dariam vários filmes. Mas Stephen Chbosky roteirizou e dirigiu um só, que reuniu o melhor da obra de Palacio e ainda acrescentou elementos narrativos bem hollywoodianos (ou melhor, bem Nova-Iorquinos). E para entrar no clima do filme que chega ao circuito comercial brasileiro no próximo dia sete, pela Paris Filmes, confira o trailer. Só lembrem de levar um lencinho ao cinema pois  definitivamente a minha filha não foi a única a chorar na sessão. Se emocionar, inclusive, foi a regra. 

E você, já leu o livro? Já viu o filme? Deixe seu comentário! 

COMENTÁRIOS dos leitores